Partners

Style2

Style4

Style5[ImagesOnly]

Style9

Capicua, #sereialouca 2014



Capicua disponibilizou o vídeo #sereialouca feito com fotos marcadas no hashtag #sereialouca no Instagram ou enviadas por email ou Facebook, por quem voluntariamente quis contribuir!
Muito Obrigada pela participação massiva!

Nota: Por várias razões de ordem técnica não conseguimos pôr todas as fotos enviadas (umas por terem chegado tarde de mais, outras por não respeitarem o enquadramento pedido, outras por estarem em perfis privados, etc.)! De qualquer forma queremos agradecer a vossa generosidade e pedir desculpa no caso de não termos conseguido incluir o vosso contributo no video final!
Demos o nosso melhor, mas dado o elevado número de envios, escapa sempre qualquer coisa!

Música: Sereia Louca ("Sereia Louca", Norte Sul, 2014)
Letra e Voz: Capicua
Beat: Dj Ride
Apoio Técnico / Edição do Video: André Tentugal e Inês Nepomuceno

www.capicua.pt
www.facebook/capicuarap

LETRA:

Ela queria usar sapatos, dançar de salto alto
Beijar a boca de um homem, embrenhar-se no mato
Queria perder as escamas e rasgar as barbatanas
Até que pernas humanas lhe saíssem da carne.
Poder conhecer o doce, o amargo e o ácido
Ali tudo era salgado, azulado e aquático!
Partir o aquário, deixar de vez o Atlântico,
E rogava por ajuda aos marinheiros com seu cântico!
Mas seu canto era grito, que não suportavam
E só Ulisses vivera depois de ter a escutado
O seu canto era um feitiço carpido como o fado
Que levava navios perdidos pró outro lado!

Tenho um búzio que me diz coisas estranhas ao ouvido...

Sua voz era livre, como ela não era,
como sempre quisera que o seu corpo fosse
e por cantar o sonho e a sua quimera
Era para as almas como um cúmplice!
Forte como um coice, como uma foice,
trespassava gelada o silêncio fundo da noite
Enquanto a sua melodia como a maresia
envolvia em maravilha a lonjura da sua corte,
chega a maré vazia pra lavar em água fria
a sua melancolia e o seu medo da morte!
"Não é que a lágrima é da mesma água salgada?"
Gritava entre o mar e a estrela da madrugada...

Tenho um coração de esponja que cresce com a tristeza...

Serei a louca que vai tentar deixar o mar,
Com a coragem de quem sai do seu habitat
Serei a louca que vai gritar, chorar, bramir
esbracejar, tentar até conseguir!
Serei a louca que vai sentir a falta do mar,
sentir a falta de ar que há neste lugar
sempre que digam que a louca é melhor muda que rouca,
eu fico nua que a roupa aperta o respirar
e grito ainda mais alto, neste palco suspenso
que pior do que o meu canto há de ser o meu silêncio!

"Não é que a lágrima é da mesma água salgada?"
Gritava entre o mar e a estrela da madrugada!
e eu grito ainda mais alto, neste palco suspenso...
que pior do que o meu canto há de ser o meu silêncio!

Divulgação Hip Hop - Admin Hip Hop Tuga

A admin centra-se na divulgação dos seguintes temas:
● Singles Hip Hop criado em Portugal
●Videoclips HipHop
● Mixtapes download grátis
● Beatapes download grátis
● Álbuns para venda online
● Fotos de Arte urbana
● Entrevistas

«
Próximo
Mensagem mais recente
»
Anterior
Mensagem antiga

Sem comentários :

Comenta !

- Utiliza este espaço para fazer comentários construtivos;
- Para te identificares escolhe a opção "Nome/URL" onde deves inserir o nome e da tua página pessoal (ex. Facebook, Blog)